Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de novembro de 2010

KDE NO UBUNTU, SEM OS EXCESSOS DE PACOTES DO KUBUNTU E ISENTA DE MODIFICAÇÕES NAS CONFIGURAÇÕES DO GNOME


Sempre sonhei em um ubuntu que pudesse usar o KDE sem os excessos do kubuntu ou que as configurações deste não interferisse no ubuntu e vice versa, entretanto todos os tutoriais que tentei tinham por base o pacote kubuntu desktop, que na verdade instala todos os programas acessórios do KDE e basicamente a área do KDE vira o kubuntu, inclusive com a substituição do tema inicial do plymouth ou seja aquele boot inicial avemelhado com o nome ubuntu 10.10 pelo do kubuntu azul, e não era isso que eu pretendia, queria simplesmente o KDE, com o network manager do gnome na area de notificação do KDE, pois o gerenciador de rede do KDE é um desastre, e não utilizo por exemplo o amarok pois o meu tocador de midia atual é o VLC que tecnicamente não é do KDE ou do GNOME, e para minha surpresa não foi tão dificil conseguir realizar isso e o download é relativamente pequeno, se você já tiver o K3B instalado no ubuntu com os devidos pacotes de tradução do KDE o download não chega a pouco mais de 30 MB, se fosse para instalar o pacote do kubuntu este download partindo deste ponto, poderia superar em alguns casos mais de 100 MB, pelo menos três vezes mais, o primeiro passo é instalar o kde, o que se faz abrindo o gerenciador de pacotes synaptic, em sistema - administração - gerenciador de pacotes synaptic e quando o programa abrir clique no botão procurar com uma lupa logo do lado direito, e na janela que abrir digite kde-plasma-desktop no resultado da pesquisa vai aparecer um pacote com o mesmo nome, clique com o botão direito do mouse e depois clique na opção marcar para instalar, confirme a instalação e depois clique em aplicar na barra de tarefas, a instalação vai ser feita do KDE de forma simples, só um aviso durante a instalação após o download o programa vai perguntar qual o desktop manager será o padrão já colocando o GDM no campo apenas confirme se no campo de escolha esta como GDM pois se estiver como KDM a inicialização do ubuntu vai ser modificada para manter as coisas como estão confirme e avance a instalação como GDM.
Após a instalação reinicie o sistema, e quando for cliquar em seu usuário antes de digitar a senha logo abaixo tem um serie de campos com linguagem e outros no campo em que esta marcado ubuntu desktop edition, mude para KDE e só ai confirme sua senha o KDE vai iniciar, o mesmo procedimento em substituindo por ubuntu desktop edition vai voltar ao gnome.
O ambiente gráfico KDE estará em inglês caso você não tivesse como eu o K3B já instalado com os pacotes de idiomas do KDE para o português do Brasil, no entanto é muito simples trazer para o idioma desejado á abrir o synaptic da mesma forma descrita acima e pesquisar por kde e dentro dos resultados da pesquisa procure o arquivo kde-l10n-ptbr clique com o botão direito do mouse e depois clique na opção marcar para instalar, confirme a instalação e depois clique em aplicar na barra de tarefas, a instalação vai ser feita com todas as dependências e ao reiniciar o KDE estará em português do Brasil, lembrando ainda que todos os programas do ubuntu vão funcionar no KDE além das configurações da área de trabalho do ubuntu ficarem em widget isolado qualquer modificação na area de trabalho do ubuntu pode ser feita por este widget, não interferindo uma na criação da outra mais podem ser acessadas ambas pelo KDE.
Após a nova inicialização você vai notar que KDE esta sem o gerenciador de rede que não foi instalado, vai notar sua ausência no tray, mais é muito bom para o que estamos tentando fazer ou seja habilitar o network manager do gnome no KDE, e isso também é relativamente simples, já no KDE clique no que seria o botão inicia ou botão K, e em configuração do sistema, vai abrir uma janela, clique no item inicialização e desligamento que fica mais abaixo na citada janela, vai abrir outra janela e nesta no campo do lado esquerdo clique em iniciar automaticamente, e depois no botão adicionar programa, vai abrir uma janela para escolher aplicativo, entretanto o aplicativo que queremos iniciar vamos ter que digitar no campo que abrir nm-applet confirme no ok e reinicie o sistema como kde e o gerenciador de rede do gnome já estará ativo no tray do KDE. Seguindo as instruções acima você vai ter uma interface grafica limpa, alternativa e que não interfere nas configurações do ubuntu use conforme sua personalização como é o forte do KDE.

OBS: para que este kde exiba screensaver sem que interfira nas configurações do gnome, instale como todos os pacotes deste post foram instalados, procurando e marcando no synaptic, o pacote kscreensaver, se quiser instale também o pacote xscreensaver ele tem o poder de carregar os inúmeros screensavers do gnome no kde, mais fica um aviso ele altera as configarações do gnome criando um segundo gerenciador de screensaver mais uma alteração sem muita importância bastando continuar gerenciando os screensaver pelo gerenciador do gnome que vem instalado no ubuntu, há também uma ausência notada é a calculadora, para instalar, da mesma forma acima pelo synaptic, procure pelo pacote kcalc.

Dica:Para os usuários da placa de video sis671/672 e seus derivados a instalação do KDE tem uma grande vantagem pois os efeitos da área de trabalho podem ser habilitados em sua maioria, pois não se utiliza do compiz para isso e sim do kwin, e já vem habilitado por default, restando apenas alguns ajuste de acordo com a maquina para evitar engasgos por excesso de gasto de processamento em máquinas menos poderosas, que podem ser feitos, em menu K, configurações do sistema, no item efeitos da area de trabalho o meu por exemplo so ficou decente quando retirei as animações desmarcando a caixa diversas animações, e na aba avançado troque o campo filtro textura para o item aproximado, também é bom fazer um ajuste fino no item aparecia de aplicativos no mesmo local configurações do sistema, na aba ajuste fino, veja onde mais se enquadra a sua maquina, lembrando que menuK corresponde ao iniciar do windows, outra vantagem é anti-alising mais completo que vem desabilitado por default mais pode ser facilmente habilitado em menuK - configurações do sistema - aparência dos aplicativos no campo da esquerda opção fonte no campo usar anti-alising coloque em habilitado e clique no botão configurar e habilite a opção usar renderização de sub-pixel e estilo de hinting em medio, a unica parte da instalação que realmente me deu alguma dor de cabeça foi o screensaver pois descobri após ter instalado o kscreensaver e o xscreensaver que o kde 4 tem o mesmo bug desde o tempo que éu usava kurumin, que é quando se ouve audio ou video o screensaver desliga e não retorna mais naquela sessão, mais a solução foi a mesma dos tempos do kurumin desinstalei o s pacotes kscreensver, kscreensaver-xsavers através do synaptic da mesma que foi realizado a instalação de todos os pacotes deste post, so que na hora de marca foi marcado para remoção completa, com isso o kde perde o controle sobre o screensaver isolando o bug e como já tinha instalado o xscreensaver coloquei ele para iniciar junto com o sistema da mesma forma descrita acima para applet de rede do gnome sendo que o camando é simplesmente xscreensaver ao iniciar o sistema uma primeira tela do xscreensaver vai lhe perguntar sobre ajuda ou configurações ou settings em inglês clique em configurações na janela que abrir faça as configurações desejadas e feche a janela, pronto estas são as configurações da sessão, a cada sessão as janela do xscreensaver vai abrir a cada sessão mais se não desejar mudar mais nada simplesmente espere que ela desaparece ativando o xscreensaver, no gnome ele vai pedir no inicio se deseja que apague o gscreensaver embora seja apenas para aquela sessão o gscreensaver é muito bom e não esta bugadado é melhor clicar em cancelar e vai ficar o gnome-screensaver.

Apenas mais uma explicação importante é o fato de esta instalação do KDE não contar com gerenciador de atualizações e de pacotes ou seja o Kpackagekit, foi proposital a sua não inclusão pois se trata de um genrenciador de pacotes no meu entender no mínimo incompleto, pelo fato de não manipular arquivos tar o que inviabiliza a instalação de alguns pacotes flash-instaler que baixar o arquivo tar direito da adobe durante a configuração do arquivo deb, pode gerar grandes problemas a minha solução foi fazer um atalho para a area de trabalho do update-manager do gnome e o gerenciador de pacotes synaptic, que estão no menu K- sistema apenas verifique por atualizações periodicamente pois ele não vai te avisar automaticamente, recomendo aos usuários do kubuntu que não utilizem o kpackagekit, instalem o synatic um gerenciador de pacotes bem mais completo, além disso para dos problemas abaixo instale os seguintes pacotes adicionais:

-para controle de volume do som instale o pacote kmix
-para montagem de outras partições instale o pacote kdesudo

todos pelo synaptic na forma descrita acima, veja mais pacotes que lhe interessem a proposta deste post é ensinar você a montar uma interface KDE conforme as suas necessidades e capacidade de sua maquina, o que é possível no KDE, especialmente se estiver mesclado com pacotes e applets do gnome que tem uma interface mais espartana mais são especialmente eficientes e mais leves.

17 comentários:

Lucas disse...

Sabe dizer como o kde funciona com a sis ? O desempenho é melhor que o do gnome ?

Hugo Bastos disse...

Lucas tecnicamente o numero de frames seria o mesmo e o desempenho seria parecido embora os efeitos possam ser habilitados de qualquer forma o que já é uma vantagem pois não depende do compiz, mais pesam bastante e se seu computador não for uma maquina grande recomendo desligar, pois ele já vem habilitado por default, outra vantagem é um anti-alising mais completo que vem desabilitado por default mais pode ser facilmente habilitado em menuK - configurações do sistema - aparência dos aplicativos no campo da esquerda opção fonte no campo usar anti-alising coloque em habilitado e clique no botão configurar e habilite a opção usar renderização de sub-pixel e estilo de hinting em medio, lembrando que menuK seria o iniciar do windows, isso vai deixar o KDE com um desempenho na sis671 imbatível.

Hugo Bastos disse...

Ao contrário do comentário anterior descobri que não é necessário desligar os efeitos em maquinas menores veja a dica no post, pois os efeitos podem se adequar a qualquer tipo de maquina bastando para isso ajustes é como fazer uma roupa sob medida interessante esta qualidade do KDE que não encontramos no Gnome.

Lucas disse...

E você sabe dizer se esta dica funciona no 10.04 ? Porque o driver da sis não tá funcionando no 10.10, e eu estou de saco cheio das listras e vai demorar pouco tempo pra eu formatar e colocar o 10.04 de novo.

Abraço!

Hugo Bastos disse...

claro que sim lucas o kde4 do 10.10 é praticamente a mesma versão do 10.04 aqui é o 4.5 lá deve ser o 4.3 uma diferença minima de configuração.

Lucas disse...

Opa, obrigado! Acabei de achar um driver 2d pro 10.10 64bits que funcionou com o seu xorg do post do driver do mandriva (com o erro do plymouth, que eu vim aqui no blog exatamente para ver como conserta xD)! Não estão mais funcionando os efeitos do metacity, que pra mim eram o de menos. Mas como foi agora que eu coloquei, ainda não mudei muita coisa pra ver se consigo botar pra funcionar de novo. Só que como de qualquer forma eu preferia o 10.04 mesmo, porque iniciava beem mais rápido, eu devo por ele mesmo.

Denner Peterlini disse...

Oi Hugo
Há um bom tempo acompanho teu blog, parabéns pelos textos úteis. Tenho também um notebook da CCE com a Mirage3 da SiS ( ô dor de cabeça esse chipset). Segui tua dica para instalação do KDE, e deu tudo certo exceto uma coisa, o Dolphin não consegue montar minha outra partição de dados por um erro esquisito:"Um erro aconteceu ao acessar 'Dadoa", o sistema informou: kdesu: Opção desconhecida 'coment'. Imagino que seria apenas remover esta opção da linha de comando do Dolphin, e eu presumo que o KDE, assim como o Gnome deva ter as pastas ocultas de configuração da área de trabalho no home/usuário, mas não sei por onde começar a procurar a solução deste problema. Assim, se você teve este problema ou já viu alguém comentar, gostaria de uma dica. Abração.

Hugo Bastos disse...

Denner deve ser porque difentemente de mim que editei o arquivo fstab para que a outra partição monte de forma automatica no boot vc de ve ter deixado para montar ao clicar,ou voce edita o arquivo fstab, exitem muitos posts na net a este respeito ou instala o pacote kdesudo pelo synaptic, lembrando que se estiver montando pelo konsole após a instalação do pacote o comando não é gksu como no gnome passa a ser kdesu

Denner Peterlini disse...

Olha eu de novo aqui ;)

Tinha razão, instalei o kdesudo e a partição pôde ser montada pelo dolphin. Agora outra coisa é o driver vesa, acho que ele tem um desempenho menor que o driver 2D do Mandriva, além de que parece haver algum bug no gerenciamento da memória de vídeo, pois alguns menus acessados depois de um tempo de uso do notebook não desaparecem quando se tira o ponteiro do mouse deles, e isto atrapalha o uso. Por isso optei pelo driver do Mandriva, que até agora tem feito um bom trabalho. Abraços.

Denner Peterlini disse...

Mais uma coisa Hugo, uma dica interessante para quem tem mais do que uma partição no HD, é colocar o widget de dsipositivos disponíveis na área de trabalho e habilitar em sua configuração (aquele íconezino de chave inglesa que aparece nas janelas dos widgets) na seção "Visualização", o item "Todos os dispositivos". O widget passará a mostrar todas as unidades disponíveis no seu micro, não somente as removíveis com seria o padrão.

Hugo Bastos disse...

Recomendo testar o vesa e o driver 2d do mandriva alguns hardwares podem reagir melhor com um ou outro,a placa sempre vai ser sis671/672/771 entretanto oconjunto de hardware que incluem placa mãe, memória podem influenciar no comportamento do driver já para mim no meu acteon M5 o driver vesa se deu melhor,já para outros o driver 2D do mandriva pode desembocar em um desempenho excelente.

Hugo Bastos disse...

No kde a exibição das pastas ocultas do home são pelo atalho ctrl+. (control + ponto) ao contrario do gnome que utiliza o nautilus o atalho ctrl+h (control + H).

roberto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
roberto disse...

alguns efeitos funcionaram bem mas como ativo o janelas instaveis(gelatinosas) ele era o unico efeito que eu queria.

Rafael Machado disse...

Excelente dica Hugo... eu tbm nao gostava do KDE pelo seu excesso de funcionaliades inuteis que vinham com o "kubuntu-desktop"...

os efeitos iniciaram, mas ficaram muito pesados, portanto os desativei.

henrique disse...

gostei muito do KDE, consegui colar alguns efeitos e mesmo assim ficar "leve", porem programas q usam o GTK+ ficaram feios, tipo windows95, sabe me dizer como faço pra resolver isso?

henrique disse...

gostei muito do KDE, só tenho um prblema, programas q usam o GTK+ estão muito feios, parecendo windows95, sabe me ajudar?